Peguei o meme do Sérgio, (que puxou o comando do Walter), porque achei curioso…

A saída do comando:

history|awk '{print $2}'|awk 'BEGIN {FS="|"} {print $1}'|sort|uniq -c|sort -rn|head -10

…é a lista dos comandos mais usados no seu Linux. No meu, deu isso:

155 su
101 sudo
37 hotkeys
27 lsmod
24 cd
18 ls
14 acpi
9 make
8 cdrecord
7 ssh

Mostrou como desperdiço tempo digitando senha toda vez que preciso usar o superusuário (root)… A partir do comando, passei a usar o “sudo su” :-), que não requer senha (ok, sudo não é muito seguro, eu sei… mas desktop/notebook Linux de usuário comum sem sudo fica esquisito, vá…).

Mas porque o root? Se o comando for dado em root, explica-se:

171 apt-get
63 m-a
44 cd
31 kedit
30 ls
23 make
21 dpkg
18 modprobe
11 make-kpkg
10 exit

Culpa do “apt-get update” e do “apt-get dist-upgrade”, 2 vezes ao dia, para manter tudo em sincronia com o futuro novo Debian, o Lenny