Já escrevi sobre isso uma vez, mas ainda me impressiona como algumas coisas não mudam. Parece haver uma forma bem primária de identificar golpes conhecidos como phishing, que tentam roubar senhas e/ou incentivar o usuário a executar vírus, trojans e programas maliciosos: a leitura atenta. Os autores de “phishing” (que, numa tradução literal livre, estão “pescando” vítimas), quase sem exceção, não sabem escrever. E não há ferramenta como um corretor de phising 🙂

Na tentativa de impressionar no “floreio” de seus e-mails, cometem erros ainda mais ridículos. Como esse, que recebi há pouco:

Olá, você foi pré-selecionado para participar da promoção: “Também quero uma PowerShot!”, a Canon está completando seus 20 anos no Brasil e para comemorar isso ela vai dar 1000(1 mil unidades) PowerShot A75 para as respostas mas criativas da pergunta: “O que faria para ganhar sua PowerShot?”, essa promoção é válida até 3 de agosto(Sexta-Feira) quando será realizado a apuração das melhores frases os ganhadores receberam as suas câmeras no endereço decla rado no formulário preencha seus dados corretamente e boa sorte. A Canon agradeçe aos brasileiros o nosso sucesso.

Carregado de erros de concordância, tenta iniciar um tom de discurso publicitário, cai no burocrático tom cartorial (mania de repetir números, como em “1000[1 mil unidades]”) e ignora solenemente a pontuação. Todo esse texto e apenas dois pontos finais…

Atenção usuário: antes de clicar, esqueça o que lhe estão propondo e leia com atenção COM QUE PALAVRAS estão propondo. Pronto, 90% do caminho para identificar golpistas…