Nos tornamos cada vez mais dependentes do celular. Aliás, é difícil imaginar a vida moderna sem duas “facilidades” em particular: internet e celular. Aliás, acho que não foi à toa que rapidamente as operadoras e fabricantes trataram de juntar as duas coisas…

Mas além do acesso à rede, os celulares também ganharam novas funcionalidades. Câmera, filmadora, mp3, joguinhos… Isso sem falar nos smartphones, categoria à parte neste mercado, e provavelmente o futuro do mundo móvel…

Enquanto esse futuro não está acessível ($$$) prá todo mundo, seu telefone com java (j2me, nos formatos midp 1.0 e midp2.0) pode ganhar funções que são relativamente mais comuns num PDA ou smartphone… Não, nada de aplicativos PIM (agenda, contatos e notas), ou e-mail e wap. Esses são bem comuns até. Muitos já vem pré-instalados nos aparelhos mais novos.

Mas que tal transformar o celular num leitor de e-books? Aliás, num leitor de qualquer coisa convertida em TXT, e mesmo baixada da net diretamente pelo celular? Quem faz isso com maestria é o midlet (programinha em java) freewareReadManiac. A última versão, além de abrir arquivos de texto simples, oferece suporte a .zip e documentos palmdoc (para Palm), nas extensões .prc e .pdb, e .tcr, formato usado nos handhelds “Psion”. Ele se encarrega da hifenização, dos recursos para facilitar a leitura, como rolagem automática da tela, bookmarks, permite diferentes tamanhos de fontes (permite até mesmo a instalação de fontes personalizadas).

ReadManiac: lendo e-boks no celular

Há duas formas diferentes de usar o programa. Você pode produzir os arquivos .jar “sob demanda”, contendo uma versão reduzida do programa e do livro juntos. Nunca usei essa modalidade, mas ela pode ser útil em algumas circunstâncias. Por exemplo, se o celular não aceita arquivos em outras extensões, ou se não permitir ao ReadManiac navegar no “sistema de arquivos” para abrir diretamente um arquivo gravado na memória). Pesquisando prá escrever esse post, descobri que o Xandrix Blog publicou esse completo tutorial dessa modalidade. A desvantagem é que você precisa de um computador rodando Windows para instalar e rodar o programa de instalação e geração dos e-books, isso para cada novo e-book.

O mesmo programa para Windows permite também a compilação “standalone” do ReadManiac, adaptada conforme o modelo do celular. Essa aqui que o programinha mostra todo seu potencial. A vantagem da modalidade “standalone” é que, desde que ela tenha acesso ao sistema de arquivos do telefone (cada funcionalidade tem uma sigla no mundo dos celulares com java. No caso do acesso ao “sistema de arquivos”, esta é chamada especificação JSR-75), é possível abrir virtualmente qualquer arquivo de texto.

Sem o programa de instalação, a opção mais prática para instalar o ReadManiac é usar próprio celular (ou um navegador wap no PC). Basta fazer o download de uma das versões já “compiladas”, disponíveis no endereço http://wap.readmaniac.com/en/. O programa é pequeno, mas há muitas versões diferentes (dependendo do celular, da especificação java – midp 1 ou midp2 – e da língua escolhida (se for usar livros em português, opte por “English Western Europe”, que costuma ser mais compatível com os caracteres acentuados).

Com o ReadManiac instalado via wap ou diretamente do PC por cabo ou bluetooth, é só adicionar e-books, da mesma forma. Em geral, a maioria daqueles seus arquivos em PDF, .doc (Office), .odt (OpenOficce) pode ser convertida para txt… As imagens serão perdidas, mas que tal abrir mão delas para ter seu livro no bolso, para sacar em qualquer lugar??? Aproveite para colocar a maior fonte mundial de e-books livres nos favoritos, o Projeto Gutemberg. Dependendo dos recursos de seu celular, o próprio ReadManiac será capaz de procurar lá diretamente, via Internet 😉

Atualizando: há uma grande comunidade no Orkut sobre o tema. Um bom lugar para trocar figurinhas… Digo, livros 🙂