Deu no Fantástico. Estou escrevendo uma matéria completa para o Portal/Revista Vigília, mas vou citar aqui um trecho transcrito da matéria Global, que se não foi nenhuma grande novidade para quem acompanha a Ufologia no Brasil, foi um bom primeiro passo no sentido do reconhecimento da abordagem militar para um fenômeno que bem que poderia merecer uma atenção acadêmica maior.

“…
O repórter do Fantástico teve acesso à sala do Comdabra onde estão todos os arquivos secretos a respeito de OVNIs. Eles são guardados num armário de metal, nas últimas duas gavetas, e organizados em pastas – uma para cada ano, desde 1954.
Segundo um regulamento da Aeronáutica, os documentos receberam a classificação de “confidenciais” e ainda não podem ser abertos ao público.

?A gente verifica o acontecido, através dos relatos e das coisas que os nossos radares registram, e se junta tudo numa pasta só e se faz a leitura e não se chega a uma conclusão, não se chega a ter uma investigação completa, porque nós não temos capacidade técnica, cientifica, para chegar a uma conclusão a respeito de uma coisa que não se conhece aprofundadamente?, declara o brigadeiro Atheneu Azambuja, comandante do Comdabra.
…”

A matéria completa no site do Fantástico, em assim que o CECOMSAER responder a umas perguntas, também no Portal/Revista Vigília.

::Via Desktop::