Greenpeace procura “publicitário”

Eu sempre fui fã do Greenpeace, mas não dá para não notar a dificil convivência contraditória de alguns de seus ideais. A convocação a seguir veio por uma listas de jornalistas que assino:

      Greenpeace abre vaga para 
      'campaigner' em São Paulo 
     
      O Greenpeace Brasil está procurando
      profissionais com experiência na implantação de 
      campanhas publicas para trabalhar na sede da
      organização em São Paulo (SP). É necessário que a 
      pessoa interessada tenha compromisso com
      a não-violência como forma de transformação 
      socioambiental e que se identifique com o principio
      da desobediência civil.

Compromisso com a não violência e identidade com o principio da desobediência civil? Eita, desde Cristo, passando por Ghandi, tenho a impressão de que esses conceitos são absolutamente contraditórios. Além do que, como critérios de contratação, soam como discriminação. Politico-ideológica, mas ainda assim, discriminação…

::Via Palm::